O que é WHOIS: o protocolo de informações de domínios

Existem bilhões de sites disponíveis na internet sobre assuntos e seguimentos de todos os tipos. O tema que você quiser saber, com certeza vai achar em algum site. Mas agora, imagina saber quem é o proprietário de cada um desses sites ativos? Difícil? Não com o WHOIS.

O nome WHOIS vem da expressão em inglês “who is”, que significa literalmente “quem é”, em português. E embora não se fale muito sobre o assunto, é importante que você conheça alguns aspectos desse protocolo de informações de domínios.


O que é o WHOIS?

Quando você compra um nome de domínio, parte do processo é fornecer suas informações de contato para a empresa em que você está contratando. A empresa deve passar essas informações para o ICANN – a entidade responsável pela alocação do espaço de endereços do Protocolo da Internet, onde ficarão guardadas na base de dados WHOIS.

Assim, o WHOIS é um protocolo usado para consultar os bancos de dados que armazenam as informações sobre quem são os proprietários ou registrantes de um domínio. Tecnicamente, ele é considerado um protocolo de controle de transmissão (Transmission Control Protocol ou TCP). Em outras palavras, o WHOIS funciona como um local público no qual você pode descobrir quem possui um determinado domínio.

Existem diversos sites onde você pode fazer uma pesquisa WHOIS. E isso é importante para pesquisar se um nome de domínio já é de propriedade de alguém ou não. Um exemplo disso é a pesquisa de registro de domínios da Hostcel, onde você procurar por um domínio e descobrir se ele está disponível para você utilizar.


Quais informações aparecem no Whois?

Além de saber o nome do dono do domínio, existem diversas informações que o WHOIS nos fornece. São elas:

  • Nome do servidor em que o domínio foi registrado
  • DNS para onde ele está apontado
  • Status do domínio
  • Data de criação original
  • Data de vencimento do registro
  • Nome de quem registra o domínio, do responsável administrativo e do responsável técnico
  • E-mail
  • Número de telefone
  • Endereço postal

Mas para que serve o protocolo WHOIS?

Quando você pesquisa por um domínio, muitas informações sobre o registrante (dono) desse domínio estão disponível de forma pública. O objetivo disso é ter um registro de quem possui cada site existente na internet. Dessa forma, se houver algo publicado em um site que viole a lei, há uma maneira de localizar o proprietário do site.

Mas a divulgação pública de dados gera bastante discussão. Afinal, como fica a privacidade dos proprietários dos sites, não é mesmo? E você, realmente gostaria de ter suas informações de contato disponíveis para todos, bem como as informações do seu domínio?


A privacidade de dados do ICANN

Como a lei de proteção de dados, mais conhecida como GDPR, entrou em vigor no primeiro semestre de 2018, o ICANN determinou uma medida paliativa para esconder a maior parte da informação que aparece no seu banco de dados. Mas essa solução ainda está sendo estudada e melhorada.

É importante lembrar que o ICANN controla apenas a política de WHOIS para domínios internacionais. Isso significa que os domínios de código do país são gerenciados por outras organizações que não seguem as mesmas diretrizes do ICANN. Como é o exemplo dos domínios .com.br que são gerenciados pelo Registro.br.


Proteção WHOIS da Hostcel

Enquanto a política do ICANN sobre divulgação de dados não muda, podemos recorrer ao serviço de privacidade de domínio, conhecido como Proteção Whois (ou ID Protect).

Na Hostcel essa proteção é oferecida aos domínios internacionais. O serviço serve para proteger suas informações pessoais de serem exibidas publicamente na consulta WHOIS. Porém ele não está disponível para domínios nacionais (com a extensão .br), pois o Registro.br não oferece. Isso ocorre pois a vedação a anonimato está prevista na constituição federal e se aplica a todos os brasileiros em qualquer atividade (seja online ou offline). Assim, omitir o nome de qualquer titular num registro de domínio não é possível de acordo com as leis brasileiras.

Sempre que você registrar um domínio com a Hostcel, você tem a opção de ativar a Proteção WHOIS. Adicione esse serviço no carrinho durante a compra do domínio por apenas R$ 13,25 ao ano. Mas se você já possui um domínio ativo, entre em contato conosco pelo chat.

E aí, vai deixar seus dados disponíveis para consulta?

Como Adicionar Domínios de Complementos no cPanel

Saber como adicionar domínios de complementos no cPanel é uma tarefa fácil pela própria ferramenta Domínios de Complementos do cPanel. Esse recurso é particularmente útil quando você tem mais de um domínio que gostaria de gerenciar na mesma conta cPanel.


O que você vai precisar

Antes de iniciar o tutorial você vai precisar:

  • Acesso ao cPanel de sua conta de hospedagem.

Encontrar a opção “Domínios de Complementos”

Primeiramente faça login em sua conta cPanel e em Domínio -> Domínios de complementos:


Utilizar a opção “Domínios de Complementos”

Após clicar em Domínios de complementos você será direcionado para a tela Criar um domínio de complemento. Abaixo vamos explicar o que cada campo desta tela significa e o que devemos colocar:

  1. No campo Nome do novo domínio vamos simplesmente colocar o nome do novo domínio que estamos adicionando. No nosso caso vamos colocar hostcel.tk.

    IMPORTANTE! O campo Subdomínio já é automaticamente preenchido pelo cPanel. Se você pretende adicionar apenas um domínio com esse nome, como por exemplo: hostcel.tk, então pode deixar do jeito que está. Mas se você possui outros domínios com o mesmo nome, mas com extensões diferentes como souzahots.com ou hostcel.net, é recomendado alterar o campo Subdomínio já que não pode haver dois subdomínios com o mesmo nome.
  2. O campo Raiz do documento também é preenchido automaticamente. Resumindo, este é o caminho onde os arquivos deste domínio serão armazenados. Em nosso caso vai ficar como: public_html/hostcel.tk. Isso significa que os arquivos de nosso domínio vão ficar armazenados na pasta public_html e dentro da subpasta souzahots.tk. Você pode mudar este caminho, se desejar, mas recomendamos que deixe desta maneira para ser mais simples e organizado.
  3. Ainda nessa tela, também temos como marcar a opção Crie uma conta FTP associada a este Domínio de complementos. Isto é opcional, e como o nome indica ela cria uma conta FTP para este domínio. Se você pretende gerenciar todos os arquivos desta conta cPanel sozinho então é só deixar a opção desmarcada, mas caso você queria que um cliente ou colega gerencie os arquivos deste domínio essa opção permite que uma conta seja criada para este propósito. É importante lembrar que essa conta só vai ter acesso aos arquivos deste domínio.

OPCIONAL: Se você marcou a opção Crie uma conta FTP associada a este Domínio de complementos, os seguintes campos irão aparecer:

Aqui você deve inserir o nome de usuário do FTP e senha. O cPanel também oferece um Gerador de senha para criar senhas aleatórias e seguras para sua conta – e recomendamos que faça isto.


Gerenciar Domínios de Complementos

Por fim, quando todos os campos tiverem sido preenchidos, é só clicar no botão Adicionar domínio. Pode ser que leve alguns poucos minutos até que todos os diretórios sejam criados e seu novo domínio esteja pronto para uso. Quando estiver tudo preparado você deve ver a mensagem:

Parabéns! Você acabou de adicionar um novo domínio de complemento! Agora você já pode subir os arquivos de seu site no subdiretório gerado (em nosso caso public_html/hostcel.tk).

Agora que seu domínio de complemento foi adicionado com sucesso, ele vai estar aparecendo na subseção Modificar domínio de complementos, dentro da seção Domínios de complementos:

Aqui você tem algumas opções:

  • Domínios de complementos – Todos os domínios de complementos que você adicionou vão aparecer aqui.
  • Raiz do documento – O caminho para o domínio de complemento. Ao clicar neste link você é redirecionado para o Gerenciador de Arquivos do cPanel.
  • Subdomínio – O subdomínio automático que foi criado para este domínio de complemento.
  • Redireciona para – Aqui você pode ver se o domínio de complemento está redirecionando para algum lugar. Já que não criamos nenhum redirecionamento ele mostra a mensagem not redirected. Você pode gerenciar os redirecionamentos desse domínio clicando no botão Gerenciar redirecionamento. Ao clicar, você é levado para a tela de redirecionamentos, onde você especifica o caminho para onde o domínio de complemento deve estar redirecionando:
  • Ações – Aqui temos apenas uma opção – Remover. Como o nome indica, ela remove o domínio de complemento.

Conclusão: Neste tutorial você aprendeu como adicionar domínios de complementos no cPanel utilizando a ferramenta Domínios de complementos. Agora você já pode subir os arquivos de seu site para o recém criado subdiretório de seu novo domínio.

IMPORTANTE: Para que seu domínio de complemento funcione ele deve estar apontado para os nameservers de sua hospedagem. Os nameservers corretos ou endereço de IP para criar um registro tipo A podem ser obtidos no link passado agora pouco.